Seja bem-vindo(a)! Patos de Minas, 07 de julho de 2022

Siga nossas Redes Sociais

Aula 58 – 4ª Parte, 1ª seção – A oração na vida Cristã – Capítulo II – A Tradição da oração. Art. 1, nas fontes da oração; art. 2, o caminho da oração; art. 3, guias para a oração

24/05/2022   .    Catecismo
Compartilhe

Não há dúvidas da importância da oração, mas nem sempre estamos prontos e dispostos a rezar. Por isso, a oração precisa partir também de um esforço pessoal e de um aprendizado. A Igreja tem uma riquíssima tradição na vida de oração, fruto de seu crescimento na tradição da fé.

As fontes da oração são estas: a Palavra de Deus, a Liturgia da Igreja e as virtudes teologais – fé, esperança e caridade. A Palavra de Deus é uma fonte riquíssima para a oração, que pode ser bem explorada com a ‘leitura Orante’ da bíblia. A liturgia da Igreja é outra fonte importante da oração, pois nela celebra-se os mistérios de nossa salvação. As virtudes teologais também são essenciais na oração, pois é pela fé que alguém tem esperança e é pela esperança que a pessoa se dedica ao amor verdadeiro. Mas é principalmente os acontecimentos diários que inspira a oração.

A linguagem da oração se expressa por algumas características que são estas: palavras, melodias, gestos, iconografia. Mas Jesus, que nos ensina a chamar Deus de Pai, é o único caminho da oração. Podemos também dirigir nossa oração à Jesus, pois Ele é o nosso Salvador, fato esse que motivou os monges a rezar diariamente e constantemente com a jaculatória: ‘Jesus Cristo, Filho de Deus, Senhor, tem piedade de nós, pecadores!’. Também o Espírito Santo ilumina, inspira e fortalece nossa oração, concedendo-nos vários dons. Por fim, a virgem Maria nos ensina a rezar quando ela mesma dirige sua oração a Deus, exaltando seu Nome e agradecendo-O pelas maravilhas em favor dela e de seu povo; também sua oração de intercessão nas bodas de Caná é o prenúncio de que ela seria a mãe intercessora e orante perfeita.

Temos também os guias para a oração. Em primeiro lugar, os santos que se desenvolveram várias espiritualidades no decorrer dos séculos. Depois temos os servidores da oração. São estes: a família e, de forma especial, os pais, os ordenados, os religiosos, os catequistas, os grupos de oração. Também é importante a direção espiritual, dom que Deus concede a alguns. Os lugares favoráveis à oração são estes: a Igreja, lugar próprio para a oração litúrgica; um recanto da casa ou um oratório para a oração pessoal; os mosteiros, lugares importantes onde os fiéis podem rezar a Liturgia das Horas; as peregrinações, que evocam nossa caminhada rumo ao Céu.

Pe. José Antônio Ramos

Paróquia Santa Cruz de Guarda dos Ferreiros/MG

Cúria Diocesana

Rua Tiradentes, 388 - Centro Patos de Minas/MG - CEP 38700-134

Telefone

(34) 3821-3213 (34) 3821-3184