Notícias
Boletim Informativo Rádio Vaticano - 10/03/2015 11/03/2015

       

Papa e Santa Sé

 

·    Francisco: pedir perdão não é o mesmo que pedir desculpas

·    Vídeo: Papa recebe a rainha da Bélgica

·    Francisco preocupado com as drogas na Argentina

·    Papa confirma presidente para os Congressos Eucarísticos

·    Papa abençoará o bastão do peregrino de Santa Teresa de Ávila

·    Coleta da Igreja estadunidense em favor dos pobres do mundo

·    Coleta para a Terra Santa: momento atual exige solidariedade

·    Penitencieiro regente: sacerdotes estejam mais tempo no confessionário

 

 

Igreja na América Latina

·    Viagem de Francisco à Bolívia começa a ser preparada

·    Jovens brasileiros em Curaçao para Encontro Latino-americano

 

 

Igreja no Mundo

·    Sarajevo: Papa convidará o povo ao diálogo

·    Na Coreia do Sul 100 mil adultos são batizados por ano

·    Comunidade de Taizé: "Rumo a uma nova solidariedade"

·    Egito: igreja Copta Católica atacada por desconhecidos

 

 

Formação

·    O segredo para viver bem o voto de obediência

·    Pequenas mudanças podem evitar as lesões por esforço repetitivo

 

Papa e Santa Sé

 

Francisco: pedir perdão não é o mesmo que pedir desculpas

 

  ◊Cidade do Vaticano (RV) – Para pedir perdão a Deus, é preciso seguir o ensinamento do “Pai-Nosso”: arrepender-se com sinceridade dos próprios pecados, sabendo que Deus perdoa sempre. Foi o que reiterou o Papa Francisco durante a homilia da Missa da manhã, celebrada nesta terça-feira (10/03) na Casa Santa Marta. Deus é onipotente, mas também a sua onipotência de certo modo se detém diante da porta fechada de um coração. Um coração que não pretende perdoar quem o feriu. O Papa se inspirou no Evangelho do dia, em que Jesus explica a Pedro que é preciso perdoar “setenta vezes sete”, que equivale a “sempre”, para reafirmar que o perdão de Deus para nós e nosso perdão aos outros estão estreitamente relacionados. Francisco explicou que tudo parte de como nós, antes de todos, nos apresentamos a Deus para pedir perdão. O exemplo do Papa é extraído da Leitura do dia, que mostra o Profeta Azarias invocando clemência pelo pecado do seu povo, que está sofrendo, mas também é culpado por ter “abandonado a lei do Senhor”. Azarias, indicou Francisco, não protesta, “não se lamenta diante de Deus” pelos sofrimentos; pelo contrário, reconhece os erros do povo e “se arrepende”:

“Pedir perdão é outra coisa, é diferente de pedir desculpa. Eu erro? Mas me desculpe, errei… Pequei! Não tem nada a ver uma coisa com outra. O pecado não é um simples erro. O pecado é idolatria, é adorar o ídolo, o ídolo do orgulho, da vaidade, do dinheiro, do “eu mesmo, do bem-estar… Tantos ídolos que nós temos. E, por isso, Azarias não pede desculpas: pede perdão”.  O perdão deve ser pedido com sinceridade, com o coração, e de coração deve ser doado a quem cometeu um deslize. Como o patrão da parábola contada por Jesus, que perdoa um grande débito movido pela compaixão diante das súplicas de um dos seus servos. E não como aquele mesmo servo faz com outro servo, tratando-o sem piedade e mandando-o à cadeia, mesmo que a dívida fosse irrisória. A dinâmica do perdão recordou o Papa é aquela ensinada por Jesus no “Pai-Nosso”:

“Jesus nos ensina a rezar ao Pai assim: ‘Perdoa os nossos pecados assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido’. Se eu não sou capaz de perdoar, não sou capaz de pedir perdão. ‘Mas, padre, eu me confesso, vou ao confessionário...’. ‘E o que faz antes de se confessar?’. ‘Mas, eu penso nas coisas que fiz de mal...’. ‘Tudo bem’. ‘Peço perdão ao Senhor e prometo não fazer de novo...’. “Certo. E depois vai até ao sacerdote? Antes, porém, falta algo: perdoou a quem lhe fez mal?”.

Em poucas palavras, Francisco retomou o pensamento: “o perdão que Deus lhe dará” requer “o perdão que você dará aos outros”. “Este é o discurso que Jesus nos ensina sobre o perdão. Primeiro: pedir perdão não é um simples pedido de desculpas, é ter consciência do pecado, da idolatria que eu perpetrei, das tantas idolatrias. Segundo: Deus sempre perdoa, sempre. Mas pede que eu perdoe. Se eu não perdoo, em um certo modo fecho as portas ao perdão de Deus. ‘Perdoa os nossos pecados assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido’”.

 

Vídeo: Papa recebe a rainha da Bélgica

  

Clique para assistir

 

Francisco preocupado com as drogas na Argentina

  

◊Cidade do Vaticano (RV) – O Papa considera que a Argentina deixou, nos últimos 25 anos, de ser um país de “trânsito” da droga para virar um consumidor e também um produtor, disse Francisco em uma entrevista publicada nesta terça-feira (10/03). “Sobre a Argentina posso dizer o seguinte: durante 25 foi um país de trânsito, hoje é um país de consumo. E, não sei com certeza, mas acredito que também produza”, acrescentou. As declarações do Papa foram publicadas originalmente na revista paroquial “La Cárcova News” com base nas respostas que deu oralmente no dia 7 de fevereiro ao pároco de São João Bosco, na periferia de Buenos Aires, Padre José María di Paola, conhecido como “Padre Pepe”. A transcrição do conteúdo foi difundida hoje na Itália pelo jornal católico “Avvenire”, que detalha que a entrevista foi possível porque o pontífice respondeu pessoalmente às perguntas de Padre Pepe quando este o visitou no Vaticano.

 

Triunfalismo do narcotráfico

 

A questão da droga surgiu a partir do interesse expressado pelos participantes nas paróquias, de onde saíram as perguntas transmitidas ao pontífice. O Papa manifestou que o que o “preocupa mais”, é “o triunfalismo dos traficantes. Esta gente que canta vitória, sente que ganhou, que triunfou. E é uma realidade. Há países, ou regiões, nos quais tudo está submetido às drogas”. “É verdade, a droga avança e não para. Existem países que já são escravos da droga”, reiterou o Papa. Sobre uma possível visita a seu país natal, Francisco disse que há intenção de ir à Argentina no início de 2016, mas que não há nada confirmado”. (RB/EFE)

 
 

Papa confirma presidente para os Congressos Eucarísticos

                                    

◊Cidade do Vaticano (RV) - O Papa confirmou como Presidente do Pontifício Comitê para os Congressos Eucarísticos Internacionais o prelado italiano Dom Piero Marini. Francisco ainda nomeou membros dos Pontificio Comitê os cardeais Stanislaw Rylko, Presidente do Pontifício Conselho para os Leigos, Robert Sarah, Prefeito da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, Beniamino Stella, Prefeito da Congregação para o Clero, assim como o Padre Juan Javier Flores Arcas, Reitor do Pontifício Ateneu Santo Anselmo, em Roma.

 

Missão

 

O primeiro Comitê permanente para os Congressos Eucarísticos Internacionais nasceu na França em 1881 com a bênção de Leão XIII. O Comitê se propõe a “fazer sempre melhor conhecer, amar e servir Cristo no seu Ministério Eucarístico, centro da vida da Igreja e da sua missão para a salvação do mundo”.

Para isso, promove a celebração periódica dos Congressos eucarísticos internacionais, além de colaborar com a realização também em nível nacional. O Arcebispo de Mariana, Dom Geraldo Lyrio Rocha, é o delegado dos Congressos Eucarísticos no Brasil. (RB) 

 

Papa abençoará o bastão do peregrino de Santa Teresa de Ávila

  

◊Cidade do Vaticano (RV) - O Papa Francisco abençoará nesta quarta-feira (11/03), durante a Audiência Geral, o bastão original de Santa Teresa de Jesus que será apresentado ao pontífice por quatro peregrinos que, desde outubro de 2014, acompanharam a relíquia nos cinco continentes.  Junto com eles estarão outros 50 peregrinos das Dioceses de Ávila e Alba de Tormes, na Espanha, lugares onde nasceu e morreu a santa carmelita. "O Caminho de Luz" é o nome da peregrinação que desde 15 de outubro do ano passado levou o bastão do peregrino, de Santa Teresa de Ávila, a 30 países por ocasião do 5° centenário de seu nascimento. O encontro com o Papa Francisco, nesta quarta-feira, encerrará a peregrinação mundial e a etapa europeia antes de voltar para Ávila. Santa Teresa de Jesus, escritora, mística e reformadora da Ordem dos Carmelitas Descalços, nasceu em 28 de março de 1515. 

No mês de abril próximo, a peregrinação "Caminho de Luz" iniciará sua etapa na Espanha, visitando as fundações teresianas e outros lugares da ordem carmelita, até o mês de julho. (MJ)

 

 

Coleta da Igreja estadunidense em favor dos pobres do mundo

  

◊Cidade do Vaticano (RV) - A Catholic Relief Services (CRS), associação caritativa católica estadunidense, realiza nos próximos sábado (14/03) e domingo (15/03), em todas as dioceses do país, a coleta quaresmal intitulada "Ajudar Jesus escondido" em favor de mais de 100 milhões de pessoas no mundo, afetadas pela perseguição, pobreza e desastres naturais. "A iniciativa é uma ocasião para demonstrar a nossa solidariedade global e o nosso amor a Deus e ao próximo, ajudando os pobres e marginalizados, e aliviando os sofrimentos deles de maneira concreta", disse o Bispo de Cincinnati, Dom Dennis Marion Schnurr, Presidente da Comissão para a Coleta da Conferência Episcopal dos Estados Unidos. Foram vários os projetos financiados pela organização católica na África e Oriente Médio, no ano passado. Os fundos arrecadados forneceram casas e proteção aos civis, vítimas da violência em Gaza, Jerusalém e no Curdistão iraquiano, promoveram projetos de construção da paz no Sudão do Sul, apoio na reconstrução de países afetados por desastres naturais como o Haiti e as Filipinas, e programas de conscientização na República Centro-Africana. Os organismos destinatários dos fundos arrecadados são seis. Além da CRS, constam alguns organismos da Conferência Episcopal Estadunidense como o departamento para os migrantes e refugiados, o secretariado para a diversidade cultural, o setor justiça, paz e desenvolvimento humano, a rede católica para os imigrantes e o Pontifício Conselho Cor Unu, que se ocupa da caridade do Papa. (MJ).

 

Veja mais no endereço abaixo:

 

http://pt.radiovaticana.va/ 

Postado neste portal por: Leidiane Gondim –Assessoria de Imprensa Diocesana

 


Mitra Diocesana de Patos de Minas:
Rua Tiradentes, 388, Centro - Patos de Minas - MG - CEP38.700-134 -
(34) 3821 3213/3821 3184 - contato@diocesedepatosdeminas.org.br

©2012 Diocese de Patos de Minas
WEBTOP



SETH