Seja bem-vindo(a)! Patos de Minas, 07 de julho de 2022

Siga nossas Redes Sociais

Sínodo 2021-2023: “Por uma Igreja Sinodal: comunhão, participação e missão”

13/06/2022   .    Artigos de Formação
Compartilhe

Queridos sacerdotes, religiosos/as e queridos fiéis de nossa Diocese de Patos de Minas! Atentos ao convite do Papa Francisco, que convocou toda a Igreja para a “Comunhão, Participação e Missão”, percorrendo um caminho Sinodal. Para o Papa, “o caminho da sinodalidade” é o percurso “que Deus espera da Igreja no terceiro milênio”.

O significado da palavra Sínodo, em sua tradução do grego, significa “caminhar juntos”. Aqui gostaria de fazer três apelos: 1. que nos empenhemos para entender e atender a proposta sinodal do Papa Francisco; 2. que nos sintamos todos convocados para caminhar juntos e envolvamos todas as forças vivas da nossa Igreja e fora dela; 3. e que continuemos fazendo de nossa Diocese uma Igreja sinal vivo de Comunhão, Participação e Missão.

Entendendo a proposta Sinodal, percebemos que desde a sua origem a Igreja buscou percorrer junto o caminho do seguimento de Jesus Cristo. No tempo pascal notamos como as primeiras comunidades foram percorrendo um caminho sinodal. E no decorrer do tempo foram se consolidando os processos de comunhão, participação e missão. Com o Concílio Vaticano II foram dados passos decisivos na realização de Sínodos periódicos em resposta aos desafios da evangelização. A Igreja deu passos significativos neste sentido nos últimos tempos.

Agora fica um convite para que possamos acolher e atender a proposta sinodal do Papa Francisco e caminhar juntos. Para isso já demos um passo importante realizando em nossas Paróquias o processo da escuta com as equipes missionárias. A Equipe Diocesana se empenhou para oferecer todos os subsídios necessários e se empenhou para a animação e formação das equipes paroquiais. Esta fase diocesana teve como objetivo consultar o Povo de Deus para que o processo sinodal seja realmente vivido através da escuta. Creio que essa experiência veio para ficar e poderemos aproveitar o aprendizado para continuar esse processo em nossa ação evangelizadora.

Nesta fase da escuta surgiram inúmeros questionamentos e sugestões que estão sintetizados nos relatórios que as equipes paroquiais enviaram para a Equipe Diocesana do Sínodo. Neste mês de junho, a Equipe Diocesana se   empenhará para elaborar a nossa síntese Diocesana, que será enviada à Comissão da CNBB. Sugiro que todas as Paróquias conservem uma cópia do material colhido para que se possa dar continuidade nesse processo sinodal em nossas assembléias. Que sejamos cada vez mais sinal do Reino de Deus presente em nossa realidade e possamos colher elementos que qualifiquem nossa ação pastoral.

Nossa Diocese continue sendo essa porção do povo de Deus que sempre busca caminhar junto. Para isso precisamos levar adiante esse processo sinodal com o espírito aberto, capaz de acreditar no novo, de acolher o diferente, participando e envolvendo cada um e cada uma na continuidade da missão evangelizadora. Sabemos que podemos contar com a graça de Deus, do seu Espírito inovador, que nunca nos abandona. Também não esqueçamos de lançar um olhar para o passado  com gratidão, com entusiasmo, e reconhecimento, bendizendo a Deus por cada mão e por cada pé que até hoje tocou e caminhou junto para que nossa Igreja pudesse ser Comunhão, Participação e Missão.

Agora o apelo é para avançarmos mais, caminharmos mais, arriscarmos mais. E com a mesma ousadia que tiveram tantas pessoas no passado, renovaremos nossas preces a Deus, para que nos dê o dinamismo e coragem necessários para continuarmos bem o processo de evangelização nas diversas formas e expressões.

Uma palavra de gratidãoã: Este é o momento muito precioso para nossa Igreja: percebemos que estamos todos juntos! Não só em nossa comunidade e grupo, mas também com toda a Igreja no mundo inteiro. Uma palavra sincera de gratidão a todos aqueles e aquelas que organizaram, coordenaram e participaram deste processo sinodal. Guiados pelo Espírito Santo, nós somos as pedras vivas com as quais Deus edifica a Igreja que deseja para o terceiro milênio.

A sinodalidade não cai pronta do céu. Exige nosso envolvimento e emprenho na busca constante para sempre e a cada dia aprendermos a caminhar juntos. É o desejo pessoal que se mistura com o desejo comum, onde cada um tem vez e voz, escuta e é escutado, onde cada pessoa é importante e nenhum se sobrepõem aos outros. Que Nossa Senhora da Abadia e Santo Antônio nos ajudem a fazer esse “caminho juntos” ante os desafios internos e externos de nossa Igreja.

Cúria Diocesana

Rua Tiradentes, 388 - Centro Patos de Minas/MG - CEP 38700-134

Telefone

(34) 3821-3213 (34) 3821-3184