Seja bem-vindo(a)! Patos de Minas, 03 de fevereiro de 2023

Siga nossas Redes Sociais

PORQUE O CRISTÃO DEVE SER UM DIZIMISTA?

29/11/2022   .    Artigos de Formação
Compartilhe

Pe. José Antônio Ramos
Paróquia Santa Cruz, Guarda dos Ferreiros, MG

Porque ‘Pagar o dízimo segundo o costume’ é um dos cinco mandamentos da Igreja, os quais todo cristão deve observar. De forma genérica esta seria a resposta a esta pergunta, mas é preciso esclarecer melhor os motivos pelos quais os cristãos dever ser dizimistas.

1 O que é dízimo?

É a oferta mensal dada com generosidade na comunidade onde você mora e participa. É importante lembrar que um dos mandamentos da Igreja é ‘Pagar o dízimo segundo o costume’.

2 O que não é dízimo?

As doações que são feitas para obras de evangelização como ‘Evangelizar é preciso’ do Pe. Reginaldo Manzotti, Santuário de Aparecida; Santuário de Trindade, as ofertas dadas durante as celebrações da missa; outras doações para a paróquia, como, por exemplo, as destinadas a uma construção. Nenhuma dessas ofertas é dízimo.

3 O que diz a Bíblia sobre o Dízimo?

A Bíblia está repleta de passagens que fala da obrigatoriedade de ofertar o dízimo. Vou citar apenas algumas para exemplificar: Gn 14,20; Lv 27,30-32; Nm 18,21; Dt 14,22; Ml 3,10; Lc 6,38; 2Cor 9,7; 1Cor 9,13-14. Muito conhecido é este trecho do livro de Malaquias: “Tragam o dízimo todo ao depósito do templo, para que haja alimento em minha casa. Ponham-me à prova, diz o Senhor dos Exércitos, e vejam se não vou abrir as comportas dos céus e derramar sobre vocês tantas bênçãos que nem terão onde guardá-las” (Ml 3,10). Um versículo da segunda carta aos Coríntios mostra o caráter livre da oferta: “Cada um dê conforme determinou em seu coração, não com pesar ou por obrigação, pois Deus ama quem dá com alegria” (II Cor 9,7). Percorrendo as passagens bíblicas sobre o assunto, veremos que o costume de ofertar o dízimo ao templo é muito antigo.

4 Então por que muitas pessoas que participam da comunidade não são dizimistas?

Esta pergunta só pode ser respondida por cada um em particular, mas podemos apresentar algumas causas: a falta de conhecimento da Igreja e sua estrutura, uma fé imatura, as doações para outras obras de evangelização, etc.

5 Afinal, por que tenho que ofertar o dízimo?

A Igreja tem 5 mandamentos que os cristãos são obrigados a cumprir: participar integralmente da missa nos domingos e festa de guarda, jejuar segundo o costume da Igreja, confessar ao menos uma vez ao ano, comungar ao menos uma vez ao ano, na festa da páscoa e pagar o dízimo segundo o costume. Se o cristão conhece esses mandamentos e não os cumpre está pecando. Ofertar o dízimo é reconhecer que Deus está acima de você. Que tudo o que você é e tem é obra de Deus. Que você é apenas um administrador dos bens de Deus, e não o proprietário. Quando você está doente você lembra de Deus, pede orações, o que é muito justo, mas por que quando tudo vai bem não lembra mais d’Ele? Oferte o seu dízimo como forma de agradecimento a Deus por tudo que ele te deu de graça.

6 Qual valor deve ser o meu dízimo?

São Paulo diz na carta aos Coríntios (cf. 2Cor 9,7) que cada um tem que dar livremente, sem se sentir constrangido ou achar que é obrigado. Mas esse texto não pode ser usado como desculpa para dar uma quantidade muito pequena. Cada cristão deve examinar seu coração e perguntar: de acordo com o meu salário quanto eu posso ofertar ao dízimo? Alguns podem dar uma quantia maior e outros, sem dúvida, muito pouco. Mas é preciso essa equidade para sanar as diferenças que existe na sociedade. Se você for dar um presente para alguém que você ama muito com certeza você dará o melhor presente que puder. Se damos o melhor para as pessoas que amamos, quanto mais devemos dá-lo a Deus, pois Ele nos ama infinitamente e nos dá tudo.

7 Como ser um bom dizimista?

O bom dizimista é aquele que reserva a primeira parte de seu salário mensal para o dízimo e faz uma oferta justa, proporcional ao seu salário. A Igreja católica não cobra 10%, como sugere os textos bíblicos, mas é preciso que cada um examine o seu coração e veja se não está dando muito pouco. Assim, se você já é dizimista e ver que pode ajudar com um valor maior, eu te convido a ser mais generoso. Se você não é dizimista, eu te convido a ser um (a). Faça sua inscrição no escritório paroquial ou na mesa de acolhimento do dízimo, na Igreja.  Saiba que Deus tem muitos bens a te retribuir. Ofertem o dízimo e “vejam se não vou abrir as comportas dos céus e derramar sobre vocês tantas bênçãos que nem terão onde guardá-las” (Ml 3,10b).

 

Cúria Diocesana

Rua Tiradentes, 388 - Centro Patos de Minas/MG - CEP 38700-134

Telefone

(34) 3821-3213 (34) 3821-3184