Seja bem-vindo(a)! Patos de Minas, 23 de julho de 2021

Siga nossas Redes Sociais

Paróquia São Francisco das Chagas

Compartilhe

Pároco

Pe. Maurino Pinheiro Mota

Igreja Matriz

Praça Hilarino Alves da Rocha, 74 - Centro Rio Paranaíba

Telefone

(34) 3855-1572

Site

https://paroquiasaofranciscorio.com.br/?fbclid=IwAR3c5OUFWll0SSbbin88zXNuYrLDY-0FvPm5QQThhJB7Zl4J5ZGXxkPqukY

E-mail

paroquia.saofranciscodaschagas@hotmail.com

Em 1843, o Padre Antônio Gonçalves de Andrade pregou a Primeira Missão Apostólica no Arraial, permanecendo aqui cerca de uma semana. Tendo em vista que já neste ano havia sido iniciada a nova igreja que hoje é a Igreja Matriz, em virtude de já contar com uma população bem acentuada parece que o progresso caminhou bem vagaroso, desde a construção da Igreja de Nossa Senhora do Rosário, ou seja,  cerca de 80 anos.

A Igreja Matriz de São Francisco das Chagas começou a ser construída no ano de 1843 e já no ano de 1844 foi finalizada a construção, onde recebeu a primeira bênção no dia do nosso Padroeiro São Francisco (04/10/1844) pelo primeiro vigário Pe. Antônio Pinto Ribeiro. Mas antes da construção da nossa atual Igreja Matriz já existia uma pequena capela edificada mais ou menos no ano de 1763, que hoje totalmente restaurada com suas características originais se encontra em nossa paróquia com o título de Igrejinha de  Nossa Senhora do Rosário.

A Nova Igreja apesar de ser considerada grande e bem trabalhada, em seu estilo barroco e com seus altares trabalhados a mão, pelos mestres de ofício, ela foi construída muito rapidamente, pois a população estava esperançosa de se obter a condição de freguesia. As madeiras de grandes espessuras e dimensões usadas na construção foram retiradas das matas existentes na localidade e vizinhanças. Assim, em 04/10/1844, dia de São Francisco, o Padroeiro, foi procedida a Solene Consagração com muita festividade. Posteriormente, foi aumentada nas laterais quando teve nova consagração. E ao longo dos tempos recebeu muitas reformas perdendo assim um pouco de suas características originais.

A Paróquia passou a pertencer à Diocese de Patos de Minas aos 21/11/1959

COMUNIDADES DA PARÓQUIA

  • Comunidade de São Pedro – Rural

    Rio Paranaíba
  • Comunidade de São João – Rural

    Rio Paranaíba
  • Comunidade de Santa Luzia – Rural

    Rio Paranaíba
  • Comunidade de Sagrados Corações – Rural

    Rio Paranaíba
  • Comunidade de Campinhos – Rural

    Rio Paranaíba
  • Comunidade de Palmeiras – Rural

    Rio Paranaíba
  • Comunidade Arcos – Rural

    Rio Paranaíba
  • Comunidade Abaeté dos Mendes – Rural

    Rio Paranaíba
  • Comunidade de São José – Urbana

    Rio Paranaíba
  • Comunidade de Pedreiras – Rural

    Rio Paranaíba
  • Comunidade de Nossa Senhora de Fátima – Urbana

    Rio Paranaíba
  • Comunidade do Divino Pai Eterno – Urbana

    Rio Paranaíba
  • Comunidade Matriz de São Francisco das Chagas – Urbana

    Rio Paranaíba
  • Comunidade de Santa Rita de Cássia (Assentamento Lago Azul) – Rural

    Rio Paranaíba
  • Comunidade de São Pedro – Rural

    Rio Paranaíba
  • Comunidade de São João – Rural

    Rio Paranaíba
  • Comunidade de Santa Luzia – Rural

    Rio Paranaíba
  • Comunidade de Sagrados Corações – Rural

    Rio Paranaíba
  • Comunidade de Campinhos – Rural

    Rio Paranaíba
  • Comunidade de Palmeiras – Rural

    Rio Paranaíba
  • Comunidade Arcos – Rural

    Rio Paranaíba
  • Comunidade Abaeté dos Mendes – Rural

    Rio Paranaíba
  • Comunidade de São José – Urbana

    Rio Paranaíba
  • Comunidade de Pedreiras – Rural

    Rio Paranaíba
  • Comunidade de Nossa Senhora de Fátima – Urbana

    Rio Paranaíba
  • Comunidade do Divino Pai Eterno – Urbana

    Rio Paranaíba
  • Comunidade Matriz de São Francisco das Chagas – Urbana

    Rio Paranaíba
  • Comunidade de Santa Rita de Cássia (Assentamento Lago Azul) – Rural

    Rio Paranaíba

HISTÓRIA DO PADROEIRO

São Francisco de Assis, o mais santo dos italianos, renunciou toda a riqueza


Francisco nasceu em Assis, na Úmbria (Itália) em 1182. Jovem orgulhoso, vaidoso e rico, que se tornou o mais italiano dos santos e o mais santo dos italianos. Com 24 anos, renunciou a toda riqueza para desposar a “Senhora Pobreza”.

Aconteceu que Francisco foi para a guerra como cavaleiro, mas doente ouviu e obedeceu a voz do Patrão que lhe dizia: “Francisco, a quem é melhor servir, ao amo ou ao criado?”. Ele respondeu que ao amo. “Porque, então, transformas o amo em criado?”, replicou a voz. No início de sua conversão, foi como peregrino a Roma, vivendo como eremita e na solidão, quando recebeu a ordem do Santo Cristo na igrejinha de São Damião: “Vai restaurar minha igreja, que está em ruínas”.

Partindo em missão de paz e bem, seguiu com perfeita alegria o Cristo pobre, casto e obediente. No campo de Assis havia uma ermida de Nossa Senhora chamada Porciúncula. Este foi o lugar predileto de Francisco e dos seus companheiros, pois na Primavera do ano de 1200 já não estava só; tinham-se unido a ele alguns valentes que pediam também esmola, trabalhavam no campo, pregavam, visitavam e consolavam os doentes. A partir daí, Francisco dedica-se a viagens missionárias: Roma, Chipre, Egito, Síria… Peregrinando até aos Lugares Santos. Quando voltou à Itália, em 1220, encontrou a Fraternidade dividida. Parte dos Frades não compreendia a simplicidade do Evangelho.

Em 1223, foi a Roma e obteve a aprovação mais solene da Regra, como ato culminante da sua vida. Na última etapa de sua vida, recebeu no Monte Alverne os estigmas de Cristo, em 1224.

Já enfraquecido por tanta penitência e cego por chorar pelo amor que não é amado, São Francisco de Assis, na igreja de São Damião, encontra-se rodeado pelos seus filhos espirituais e assim, recita ao mundo o cântico das criaturas. O seráfico pai, São Francisco de Assis, retira-se então para a Porciúncula, onde morre deitado nas humildes cinzas a 3 de outubro de 1226. Passados dois anos incompletos, a 16 de julho de 1228, o Pobrezinho de Assis era canonizado por Gregório IX.

São Francisco de Assis, rogai por nós!

Cúria Diocesana

Rua Tiradentes, 388, Centro Patos de Minas - MG - CEP: 38700-134

Telefone

(34) 3821-3213 (34) 3821-3184