Seja bem-vindo(a)! Patos de Minas, 07 de dezembro de 2021

Siga nossas Redes Sociais

São Judas Tadeu e as causas impossíveis

28/10/2021   .    Artigos de Formação
Compartilhe

Diante da figura de São Judas Tadeu, e conhecendo a grande devoção que esse santo possui, é bom que nos perguntemos sobre o que são essas causas impossíveis que tanto pedimos ajuda a esse santo, buscando aprofundar um pouco mais nessa devoção e tratando de encontrar alguns dos verdadeiros valores de fé que animam essa devoção.

Em uma passagem famosa da Bíblia (Mt, 19, 24-46), encontramos Jesus dizendo que é mais fácil que um camelo passe pelo fundo de uma agulha do que um rico entrar no Reino dos céus. Isso deixa os discípulos um pouco assustados, e perguntam quem é que poderia, então, se salvar, ao que Jesus responde: “Isso é impossível aos seres humanos, mas para Deus todas as coisas são possíveis”.

Talvez, a maior causa impossível que exista seja exatamente essa, a nossa salvação. Ela é, ao mesmo tempo, a causa mais importante de todas, já que, “de que adianta uma pessoa ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?” (Mc 8,36). E vemos que Deus sai ao encontro dessa causa impossível, tornando-a possível com Ele.

Mas não existe apenas essa última – e mais importante – causa impossível. De fato, a busca por viver uma vida cristã autêntica coloca o cristão em diversos desafios que o exigem bastante e, de uma maneira geral, sem a intercessão de Deus, ou seja, sem a sua graça que anima a nossa vida, nós é também impossível perseverar até o fim por nossa fragilidade humana, que muitas vezes prefere dar as costas a Deus e buscar ao máximo, na medida em que seja possível, uma vida cômoda, tranquila, longe dos problemas do mundo e fazendo vistas grossas aos nossos próprios problemas.

Verdadeiramente, as causas impossíveis estão, se olhamos dessa maneira, por todo lado. Existem ainda causas que não são impossíveis em si mesmas, mas que, por vários motivos, podem ser impossíveis para mim, em algum determinado momento. Atravessar um rio remando não é impossível, mas para uma pessoa que não possua a força necessária para ir contra a correnteza, pode-se entender uma certa impossibilidade.

Estamos tocando aqui um valor fundamental da fé cristã, que o mundo atual quer deixar cada vez mais de lado. O ser humano precisa de ajuda para enfrentar os seus impossíveis, mas o que se vende hoje como êxito de vida é a pessoa independente, autônoma, que não precisa dos outros para levar sua vida adiante, que se completa a si mesma. Em um mundo assim, Deus vai perdendo seu lugar, porque já não há nada que nós não possamos resolver por nós mesmos. Vamos nos tornando nossos próprios deuses.

O problema é que os impossíveis não desaparecem realmente, mas ficam apenas camuflados, deixados de lado, esquecidos. Um grande valor que nós, católicos, não podemos perder é exatamente esse que nos lembra São Judas Tadeu, como padroeiro das causas impossíveis. O ser humano é uma criatura maravilhosa e capaz de coisas incríveis, mas não é Deus e precisa dele para se realizar como ser humano, para compreender o sentido sobrenatural da vida e para conseguir perseverar nessa “vida em abundância” que o próprio Deus nos convida a viver.

Importante lembrar que, como criaturas, não somos capazes de realizar o impossível, mas que Deus vivo em nós e por meio de nós (assim como por meio de São Judas) pode e quer realizar todos os impossíveis que nos atrapalham a viver uma vida feliz e, principalmente, realizar o impossível de nossa salvação.

Fonte: Portal A12 – João Antônio Johas Leão

 

Cúria Diocesana

Rua Tiradentes, 388 - Centro Patos de Minas/MG - CEP 38700-134

Telefone

(34) 3821-3213 (34) 3821-3184