Seja bem-vindo(a)! Patos de Minas, 02 de agosto de 2021

Siga nossas Redes Sociais

Papa sobre atenção à saúde mental: missão que une ciência e cuidado solidário

25/06/2021   .    Notícias da Igreja
Compartilhe

A Itália promove a partir desta sexta-feira (25) a II Conferência Nacional da Saúde Mental, e o Pontífice enviou uma mensagem de encorajamento diante dos desafios enfrentados pelo país no âmbito da assistência aos mais de 3 milhões de adultos que precisam de atendimento na área. O Papa exorta o fortalecimento do sistema de saúde no setor, incluindo o apoio à pesquisa científica, mas vinculado à sensibilidade de uma “cultura de comunidade” para saber “se aproximar e cuidar do outro”.

Uma mensagem de encorajamento do Papa foi dirigida na manhã desta sexta-feira (25) aos participantes da II Conferência Nacional da Saúde Mental que, durante dois dias, em modalidade virtual, vai debater sobre os desafios e problemas enfrentados por quem sofre de distúrbios psíquicos na Itália. Inclusive em se tratando de um contexto pós-pandêmico que reforça a preocupação em oferecer condições adequadas de tratamentos, fazendo “prevalecer a cultura da comunidade sobre a mentalidade do descarte”.

Os desafios da Itália no atendimento aos pacientes

A segunda edição do simpósio acontece após 20 anos da primeira e marca a conclusão de um percurso de aprofundamento dentro de grupos técnicos do Ministério da Saúde. A Itália, segundo Nerina Dirindin, especialista do governo na área de saúde mental, afirma que o país, apesar de ser considerado pela OMS como “ponto de referência para a desinstitucionalização, o fechamento de manicômios e a ativação de uma rede de serviços territoriais”, as pessoas com distúrbios mentais “continuam recebendo respostas inadequadas”. Segundo o Instituto Nacional de Estatística (ISTAT), mais de 3 milhões de adultos precisam de atendimento nessa área.

Uma realidade que ratifica ser de “máxima importância adquirir cada vez mais conhecimento das exigências profissionais e humanas necessárias para cuidar dos nossos irmãos e irmãs”, afirma o Papa na mensagem, para atender “às condições daqueles que sofrem de distúrbios mentais, oferecendo-lhes tratamento adequado” para o bem deles e da sociedade.

A missão que une ciência e cuidado solidário

Francisco, assim, exorta tanto o fortalecimento do sistema de saúde para a proteção de doenças mentais, incluindo o apoio à pesquisa científica, como a promoção de associações e do voluntariado que cuidam dos pacientes e das famílias. É dessa forma que não irá faltar “o calor e o afeto de uma comunidade”, diz o Pontífice, ao acrescentar:

“O próprio profissionalismo médico se beneficia do cuidado integral da pessoa. Cuidar do outro, de fato, não é apenas um trabalho qualificado, mas uma verdadeira missão que é plenamente realizada quando o conhecimento científico encontra a plenitude da humanidade e se traduz na ternura que sabe se aproximar e cuidar dos outros.”

O desejo do Papa também é para que a conferência possa inspirar as instituições, agências educacionais e de outras esferas da sociedade, “uma sensibilidade renovada” por aqueles que sofrem de problemas de saúde mental e são “marcados pela fragilidade”. É também uma questão de ajudar a “fazer prevalecer a cultura da comunidade sobre a mentalidade do descarte”, enfatiza Francisco.

Ao finalizar a mensagem, o Pontífice também recorda o quanto esses pacientes, “na sensibilidade que acompanha a fragilidade deles, sentiram com particular gravidade os efeitos psicológicos devastadores da pandemia”. Assim como os próprios profissionais de saúde que enfrentaram enormes desafios, mostrando a todos “a necessidade de ter fórmulas apropriadas de assistência à saúde para não deixar ninguém para trás e para cuidar de todos de uma forma inclusiva e participativa”. O último desejo do Papa, enfim, é para que os participantes da conferência continuem “no caminho fecundo do cuidado solidário”.

Andressa Collet – Vatican News

Imagem de capa: Pontífice exorta promoção de associações e do voluntariado que cuidam de pacientes e famílias (Vatican Media)

Cúria Diocesana

Rua Tiradentes, 388, Centro Patos de Minas - MG - CEP: 38700-134

Telefone

(34) 3821-3213 (34) 3821-3184