Seja bem-vindo(a)! Patos de Minas, 19 de agosto de 2022

Siga nossas Redes Sociais

“Documento de Santarém 50 anos: Gratidão e Profecia” será lançado em coletiva de imprensa na próxima quarta, dia 20

16/07/2022   .    Notícias da Igreja
Compartilhe

A Comissão Episcopal Especial para a Amazônia (CEA) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Rede Eclesial Panamazônica (REPAM-Brasil) em parceria com a Conferência Nacional dos Religiosos do Brasil (CRB) farão o lançamento do “Documento de Santarém 50 anos: Gratidão e Profecia” em uma coletiva de imprensa dia 20 de julho, quarta-feira, das 13h15 às 14h30, no Colégio Maristão, SGAS 615 – Módulo C, em Brasília (DF).

O documento foi elaborado durante o IV Encontro da Igreja Católica na Amazônia Legal, realizado de 6 a 9 de junho de 2022, no Seminário São Pio X, em Santarém (PA) e foi editado pela Edições CNBB.

O lançamento tem como objetivo apresentar à sociedade, à Igreja, aos religiosos e religiosas reunidos na 26ª Assembleia Geral Eletiva da CRB Nacional, as resoluções confirmadas no IV Encontro e suas implicações para a prática missionária no bioma, sintetizadas na declaração.

A coletiva será realizada em formato presencial e online, com transmissão pelas redes sociais (Youtube e Facebook) e contará com a participação da professora da Universidade Federal de Roraima, doutora Márcia Maria de Oliveira, nomeada perita do Sínodo para a Amazônia pelo Papa Francisco; o arcebispo de Manaus (AM), dom Leonardo Ulrich Steiner, a representante da Comissão Pastoral da Terra (CPT) de Rondônia, Maria Petrolina Neto. Ela também é membro do Comitê REPAM-Brasil, da arquidiocese de Porto Velho (RO).

Ação Missionária da Igreja na Amazônia

O Documento de Santarém é uma atualização das Linhas Pastorais que fundamentaram a ação missionária da Igreja na Amazônia, escritas há 50 anos e traz resoluções pontuais que reafirmam o compromisso da Igreja em relação à defesa dos direitos humanos dos povos amazônidas e dos direitos da Natureza.

Dentre as prioridades, o Documento aprova e propõe a ministerialidade (ordenação presbiteral dos diáconos permanentes, leigos testemunhas qualificadas do matrimônio e o envolvimento dos presbíteros que deixaram o ministério); o fortalecimento das comunidades eclesiais de base; a implementação do ministério do catequista, ministério para o cuidado da Casa Comum, a proteção e a integração dos migrantes no território e a participação das mulheres na perspectiva de garantir sua dignidade e igualdade e viabilizar sua ordenação diaconal.

Para o arcebispo de Manaus, dom Leonardo Steiner, trata-se de um documento que sabe ler a realidade, mas que pensa o futuro da nossa Igreja. Ele enfatizou que “muitas das ações propostas levarão tempo, mas é um texto positivo e de esperança”.

Contatos:
Assessoria de Comunicação CRB Nacional | fone: (61) 84240242 – Irmã Patrícia
Assessoria de Comunicação REPAM-Brasil | fone: (61) 85955278 – Irmã Rosa Maria

Fonte: CNBB

Cúria Diocesana

Rua Tiradentes, 388 - Centro Patos de Minas/MG - CEP 38700-134

Telefone

(34) 3821-3213 (34) 3821-3184