Seja bem-vindo(a)! Patos de Minas, 19 de maio de 2022

Siga nossas Redes Sociais

Campanha SOS Bahia e Minas Gerais arrecada R$ 2.545.374,50 para apoiar famílias na reconstrução de suas vidas

06/05/2022   .    Notícias da Igreja
Compartilhe

A campanha “SOS Bahia e Minas Gerais: Solidariedade que Transborda” de mobilização e arrecadação de recursos financeiros, organizada pela Cáritas Brasileira e Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) chegou ao fim com um valor das doações que soma um total de R$ 2.545.374,50.

Os recursos têm um destino certo de acordo com o presidente da Cáritas Brasileira, o segundo vice-presidente da CNBB e recém empossado arcebispo de Cuiabá (MT), dom Mário Antônio da Silva. Segundo ele, vão para as famílias afetadas pelos efeitos das fortes chuvas no processo de recomeço de suas vidas após as catástrofes e perdas. Em um balanço da campanha, o segundo vice-presidente da CNBB disse que o SOS Bahia e Minas Gerais foi um grito de ajuda respondido com muita generosidade e caridade pela Igreja no Brasil.

“No fim do ano e início deste ano os desastres ambientais atingiram muitas famílias de nosso Brasil, especialmente em Minas Gerais e Bahia. O desmoronamento de encostas, soterramento de casas, o ferimento de pessoas e, até mesmo, a morte de irmãos e irmãs estarreceram o nosso coração”, disse.

Por outro lado, o presidente da Cáritas Brasileira disse que a dor dinamizou a solidariedade e não deixou desmoronar a caridade, um dos pilares da ação da Igreja no Brasil. Ele destacou as ajudas materiais, humanas e espirituais que estão sendo proporcionadas para ajudar às famílias a atravessar momento difícil e de reconstrução de suas vidas.” Segundo dom Mário, a realização da campanha SOS Bahia e Minas Gerais, no coração das pessoas, foi um marco que dinamizou a solidariedade, a partilha e o compromisso com a vida.

“Agradecemos a toda a Rede Cáritas, com o apoio da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, e outras entidades parceiras que nos ajudaram a organizar este momento de solidariedade e apoio neste momento aos mais necessitados. Concluímos esta campanha com gratidão e esperança de dias melhores”, enalteceu.

Cáritas, regionais da CNBB e Igrejas particulares locais

O bispo da diocese de Teixeira de Freitas-Caravelas (BA), dom Jailton de Oliveira Lino, contou ter vivido momentos tristes e dolorosos ao ver as famílias perderem seus entes queridos, suas casas, seu trabalho e tudo que haviam construído ao longo de anos de vida.

Por outro lado, o prelado enaltece a solidariedade e a compaixão que brotam em meio à dor: “Mesmo em meio à dor e ao sofrimento, as pessoas conseguiram se sensibilizar, mover o coração para se ajudarem. Eu vos louvo por todos aqueles que se tornaram solidários, por todos aqueles que foram vítimas dessa catástrofe, mas estão conseguindo reerguer a cabeça e reconstruir a vida. Eu vos louvo pela coragem que nos dás de olhar um pouco mais adiante e nos mostrar que, além dos nossos sofrimentos e das nossas dificuldades, existe um horizonte de fraternidade, solidariedade e caridade”, acrescenta.

Para a vice-presidenta da Cáritas Brasileira, Cleusa Alves, a campanha SOS Bahia e Minas Gerais foi resultado de uma decisão compartilhada com todas as forças eclesiais nos dois estados. “A CNBB confiou à Cáritas Brasileira e sua rede a mobilização e a articulação de todas as ações solidárias. O engajamento dos regionais da CNBB e de entidades-membro foi fundamental para que as famílias mais afetadas sejam auxiliadas na recuperação de suas casas e meios de produção”, destaca.

O destino do recurso arrecadado

O recurso da campanha será utilizado na distribuição às famílias, previamente cadastradas, de 569 cartões multipropósito no valor de R$ 3.000 cada. O recurso beneficiará mais de 20.000 pessoas nos municípios de Ilhéus, Itabuna, Itajuípe, Itamaraju, Jucuruçu, Dário Meira, nas dioceses de Amargosa e Vitória da Conquista, na Bahia, e das dioceses de Januária, Sete Lagoas, Teófilo Otoni, Governador Valadares, Janaúba, Almenara e Arquidiocese de Montes Claros, em Minas Gerais.

Com o recurso do valor arrecadado a campanha prevê ainda o fortalecimento de dois espaços que acolheram as famílias desalojadas no contexto de emergência e que, ainda, funcionam como abrigos. São eles o Lar dos Idosos do município de Medeiros Neto e a paróquia Santa Maria Madalena, em Itabuna, ambos no Estado da Bahia, e ligados às dioceses de Teixeira de Freitas e Itabuna. Serão investidos R$ 30.000 em cada unidade.

Ação articuladora e conjunta da rede Cáritas

Além dos recursos financeiros recebidos até o momento, a coordenação da Campanha informa que de dezembro de 2021 e janeiro de 2022, a rede Cáritas alcançou organizações parceiras, paróquias e dioceses da Igreja Católica que fizeram o apoio chegar nas cidades afetadas, com doações de alimentos, água, leite, kits de higiene pessoal e de limpeza, cobertores, fraldas e colchões.

Esta sinergia garantiu que, desde o primeiro instante, as paróquias e dioceses dos municípios atingidos e vizinhos se organizassem no sentido de arrecadar e distribuir mantimentos, além de abrir as portas para o abrigamento das pessoas que tiveram que abandonar seus lares.

Solidariedade internacional e resposta emergencial

Agora, a atuação se intensifica. Além da ajuda imediata, que aconteceu no período chuvoso, a entidade segue apoiando as pessoas no pós-chuvas, tanto por meio do recurso de R$ 2.545.374,50 arrecadado, quanto por meio de projetos que surgiram no âmbito da campanha emergencial.

É o caso do programa “Resposta Emergencial Bahia e Minas Gerais”, que nasce incentivado pelas ações que a Igreja Católica no Brasil já vinha realizando junto às famílias atingidas pelas enchentes nos estados da Bahia e de Minas Gerais.

A ação é fruto do consórcio da Cáritas Brasileira com a Cáritas Suíça e Cáritas Bélgica, e financiado pela Direção-Geral da Proteção Civil e das Operações de Ajuda Humanitária da União Europeia (DG ECHO). Contempla o fornecimento de 1 mil cartões multipropósito de R$ 3.000 cada, distribuição de 5 mil kits de higiene pessoal, 5 mil kits de limpeza e 1 mil kits de higiene para bebês/crianças. O projeto atende as famílias dos municípios de Itabuna, Ilhéus, Itajuípe, Itamaraju, Jucuruçu e Dário Meira, no estado da Bahia, e Rio do Prado e Palmópolis, no estado de Minas Gerais.

A Cáritas Brasileira destaca como importante o incentivo ao comércio local em todas ações da campanha.

Por meio do apoio das entidades CAFOD, CRS, Adveniat e Visão Mundial, além do Fundo Nacional de Solidariedade (FNS), Fundação Banco do Brasil, Petrobrás, Ministério Público do Trabalho de Minas Gerais, bem como emendas parlamentares, mais de 13 mil famílias já foram beneficiadas com cestas básicas, kits de higiene e limpeza, bem como cartões multipropósito.

Municípios e dioceses alcançados pela campanha

São moradoras e moradores dos municípios baianos de Medeiros Neto, Teixeira de Freitas, Itamaraju, Jucuruçu e Nova Alegria, na diocese de Teixeira de Freitas (BA); Ilhéus, Ibirataia, Itajuípe, Ubatã, Wenceslau Guimarães, Aurelino Leal, Teolândia, Ubaitaba, Gandu, Itacaré, Barra do Rocha e Coaraci, na diocese de Ilhéus (BA), e Amargosa, Ubaíra, Jiquiriçá, Laje e Mutuípe na diocese de Amargosa (BA).

Em Minas Gerais os municípios beneficiados foram Ponto dos Volantes, Itinga, Pedra Azul, Itaobim, Cachoeira do Pajeú, Medina, Águas Vermelhas, Catuji, Comercinho, Divisa Alegre, Itaipé, Padre Paraíso, Virgem da Lapa, Curral de Dentro, Coronel Murta e Pedra Azul, na diocese de Araçuaí; Jequitinhonha, Joaíma, Felisburgo, Monte Formoso, Fronteira dos Vales, Rio do Prado, Palmópolis, Rubim, Almenara, Santa Maria do Salto, Salto da Divisa, Santo Antônio do Jacinto, Jacinto, Jordânia, Bandeira e Divisópolis, na diocese de Almenara.

Alvinópolis, Rio Piracicaba, Nova Era, João Monlevade, Santa Maria, Antônio Dias e Coronel Fabriciano, nas dioceses de Itabira e Coronel Fabriciano; Engenheiro Caldas e Governador Valadares, na diocese de Governador Valadares; Brumadinho e Betim, na arquidiocese de Belo Horizonte; São Joaquim de Bicas, na diocese de Divinópolis; Berizal, Catuti, Indaiabira, Janaúba, Jaíba, Monte Azul, Pai Pedro, Porteirinha, Rubelita, Rio Pardo de Minas, Ibiaí, Ponto Chique, Ubaí, Lagoa dos Patos e Salinas, na arquidiocese de Montes Claros; Januária, Pedras de Maria da Cruz, São Francisco, Manga e Itacarambi, na diocese de Januária; Jequitibá, Pompéu, Martinho Campos e Pequi, na diocese de Sete Lagoas; Crisólito, Água Formosa, Machacalis, Umburatiba, Otoni Bertópolis, Santa Helena e Pescador, na diocese de Teófilo Otoni.

Fonte: CNBB

Cúria Diocesana

Rua Tiradentes, 388 - Centro Patos de Minas/MG - CEP 38700-134

Telefone

(34) 3821-3213 (34) 3821-3184