Seja bem-vindo(a)! Patos de Minas, 27 de maio de 2022

Siga nossas Redes Sociais

Bispos da Comissão para a Comunicação refletem sobre a mensagem do Papa para o Dia Mundial das Comunicações Sociais

28/01/2022   .    Notícias da Igreja
Compartilhe

Anualmente a Igreja celebra o Dia Mundial das Comunicações Sociais, por ocasião da festa da Ascensão do Senhor. Sempre nesta oportunidade o Santo Padre dirige uma mensagem a todos os comunicadores. Em 2022, o Papa Francisco reflete sobre a temática “Escutar com os ouvidos do coração”. Sua mensagem foi lançada na segunda-feira, 24 de janeiro, festa de São Francisco de Sales, padroeiro dos comunicadores.

Dom Edilson

Em entrevista ao portal da CNBB, dom Edilson Soares Nobre, bispo de Oeiras (PI) e membro da Comissão para a Comunicação, apontou que depois de termos sido interpelados através dos verbos “ir e ver”, conforme o tema que foi abordado na mensagem do ano passado, agora o Papa nos interpela a parar para escutar. “Escutar pede de nós uma outra atitude, um outro verbo que parece ser muito importante e que sem ele é impossível escutar, que é o silêncio, silenciar”.

“Eu me lembro que no ano de 2012, o tema que foi refletido através do Papa Bento XVI, foi silêncio e palavra, caminho para a evangelização. Já nos éramos interpelados a sermos capazes de parar para silenciar e hoje neste ano de 2022, o Papa Francisco nos lembra que é preciso ouvir, então agora eu diria que é preciso parar, silenciar para ouvir, para escutar e não é escutar de qualquer forma é escutar com o ouvido do coração, como ele nos propõe”, afirma dom Edilson.

Ao afirmar na mensagem que “a fé vem da escuta”, dom Edilson salienta que essa interpelação que o Papa faz é muito importante, pois “nos damos conta de que vivemos num mundo onde as pessoas não param para escutar”.

“Imaginem o quanto isso se faz necessário depois de um tempo desse de pandemia? Devemos ser capazes de parar para escutarmos uns aos outros, para que de fato o nosso coração se volte para aqueles que estão precisando e que tenhamos sensibilidade na escuta de nos darmos conta de quais são as necessidades de nossos irmãos”.

Dom Edilson aponta, ainda, que a temática proposta pelo Papa Francisco neste ano de 2022 é muito pertinente e fez um apelo a todos os comunicadores e agentes de pastorais para que “busquem se aprofundar nesse texto; que levem em consideração este tema e que colaborem com o Santo Padre na expansão da sua mensagem, na ploriferação da sua mensagem, para que ela chegue ao coração de todas as pessoas e que todos nós aprendamos a ouvir sempre mais uns aos outros, porque a escuta ajuda a curar muitas pessoas”, exortou.

O coração é a lei da escuta

Dom Neri

Também em entrevista ao portal da CNBB, dom Neri José Tondello, bispo de Juína (MT) e membro da Comissão para a Comunicação da CNBB, salientou que a mensagem do Papa Francisco incentiva a “escutar a realidade das pessoas a que elas se encontram, escutar, sobretudo, ao que elas têm a nos dizer”.

“O Papa Francisco insiste citando várias passagens de grandes mestres da espiritualidade e da Sagrada Escritura para escutarmos com o coração, pois o coração é a lei da escuta maior de tudo que acontece ao nosso redor e, ao escutar os outros, diz o Papa, também somos capazes de aprender com eles, e fazermos mais e fazermos melhor em nossas decisões e no exercício de nossa solidariedade”.

Por fim, dom Neri exorta para que “Deus nos ajude a treinar o nosso coração para a escuta, para que o caminho da sinodalidade encontre em todos os ambientes e circunstâncias a graça de poder escutar as pessoas, o mundo, a realidade e escutar a voz do Espírito Santo que nos indica o caminho, a verdade e a vida”.

Leia a mensagem do Papa Francisco na íntegra (Aqui).

Fonte: CNBB

 

Cúria Diocesana

Rua Tiradentes, 388 - Centro Patos de Minas/MG - CEP 38700-134

Telefone

(34) 3821-3213 (34) 3821-3184