Notícias
Giro Cristão 18/04/2017

Voluntários do Santuário de Fátima prontos para a chegada do Papa

 

Fátima (RV) - No ano do seu centenário e na iminência da canonização dos Pastorzinhos, o Santuário de Fátima se prepara para a chegada do Papa Francisco, prevista para a tarde de 12 de maio. A estadia não passa de 24 horas, mas é o suficiente para que a dimensão da operação logística assuma grandes proporções, como o incremento do aparato policial. Ao lado das forças da ordem, funcionários e voluntários do Santuário devem garantir o normal decorrer da programação.



http://media02.radiovaticana.va/audio/audio2/mp3/00578218.mp3

 

Além de 311 funcionários, o Santuário de Fátima dispõe de 431 voluntários que colaboram regularmente.Dez deles vão trabalhar com os 558 jornalistas já credenciados para participar dos eventos. Ao longo do ano, os voluntários oferecem assistência os peregrinos, servem como ministros extraordinários para a comunhão, participam no coro, apoiam nas procissões, fazem leituras e prestam auxílio nos postos de socorro, entre outras tarefas.  Muitos deles já têm anos de serviço.

A Associação dos Servitas de Nossa Senhora deFátima é pioneira no serviço de voluntariado, tendo começado em 1924, ano de sua fundação. Desde então e até hoje, os Servitas são parte importante do apoio aos fiéis que chegam a Fátima, desempenhando as mais variadas funções, que vão desde serviços de saúde à simples prestação de informações a quem chega.

Os serviços de saúde incluem o auxílio na bênção dos doentes, o posto de socorro e o lava-pés, que assume uma particular carga simbólica para os católicos. O ato de significação bíblica é também uma das tarefas dos Servitas no acolhimento aos peregrinos. (CM/informações de Público)

Veja mais no site da Rádio Vaticano: http://br.radiovaticana.va/

.................................................................................................................................

 

Príncipe da Paz

 

Dom Edney Gouvêa Mattoso
Bispo de Nova Friburgo (RJ)

 

Caros amigos, o horror de uma guerra total volta e meia bate à porta da história da humanidade como um fantasma, que desmascara a utopia iluminista do “mundo maravilhoso da ciência e da razão”. Entretanto, a Igreja de Cristo continua levando sua mensagem de esperança e salvação “sobre os telhados” do mundo, muitas vezes em ambientes céticos e hostis. E isto porque Cristo Ressuscitou! Aleluia!

Diante do reconhecimento sincero de que precisamos de um Salvador, a fé nos apresenta Jesus Cristo, verdadeiro Deus e verdadeiro homem, como único Salvador da humanidade.

Em um primeiro momento, podemos dizer que Cristo é o Salvador da história por nos apontar um caminho possível de progresso integral baseado na conversão do coração ao amor, à fraternidade, ao perdão, ao serviço e a tantas outras realidades fundamentais ao bem comum mundial.

Mas, em um segundo momento, cremos que Jesus é Salvador do mundo por apresentar um caminho mais elevado do que o do bem-estar material. “Sem a perspectiva duma vida eterna, o progresso humano neste mundo fica privado de respiro. Fechado dentro da história, está sujeito ao risco de reduzir-se a simples incremento do ter; deste modo, a humanidade perde a coragem de permanecer disponível para os bens mais altos, para as grandes e altruístas iniciativas solicitadas pela caridade universal” (Bento XVI, CV, 11).

Portanto, a Ressurreição de Cristo, que celebramos especialmente neste tempo, é um desafio à nossa humanidade. Pois, não basta ao homem fazer coisas boas, é necessário que ele mesmo seja bom!

Inegavelmente esta meta é alta, mas é a única que pode nos levar à paz, que supera o bem-estar pessoal para abrir caminho à fraternidade, com todos os sacrifícios e renúncias que isto traz consigo.

Em sua mensagem de 01/01/2014, o Papa Francisco propôs a seguinte questão: “Conseguirão, meramente com as suas forças, vencer a indiferença, o egoísmo e o ódio, aceitar as legítimas diferenças que caracterizam os irmãos e as irmãs?”. E ele mesmo responde que “a cruz é o ‘lugar’ definitivo de fundação da fraternidade que os homens, por si sós, não são capazes de gerar. Jesus Cristo, (...) por meio da sua ressurreição constitui-nos como humanidade nova, em plena comunhão com a vontade de Deus, com o seu projeto, que inclui a realização plena da vocação à fraternidade”.

Olhemos para Jesus Cristo, Morto e Ressuscitado! Ele é o Príncipe da Paz! Ele é o caminho e o modelo da humanidade sem males!

Veja mais no site da CNBB: http://www.cnbb.org.br/

.................................................................................................................................

 

Setor Juventude realiza Encontro Anual para Referenciais Diocesanos

 


O Serviço Regional de Evangelização da Juventude (SREJ) do Leste 2 (Minas Gerais e Espírito Santo) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, realiza nos dias 29 a 31 de maio, o Encontro Anual para Referenciais Diocesanos da Juventude.


O encontro tem por objetivo promover momentos de formação e partilha para pensar os caminhos a serem trilhados pelo SREJ e pelas (arqui)dioceses em comunhão com a Igreja no Brasil e com as dioceses de Minas e Espírito Santo, sintonizados com os Planos/Projetos Pastorais de Evangelização. O encontro irá abordar três temas importantes: Sínodo para a Juventude; Doutrina Social da Igreja (DOCAT) e o Projeto de Missão.

Participam do encontro referenciais diocesanos da juventude, juntamente com um representante diocesano jovem, o assessor do SREJ, padre Rafael Rosário e o bispo referencial do Setor Juventude do Regional Leste 2 e bispo diocesano de Patos de Minas, dom Cláudio Nori Sturm.

O encontro será realizado no Recanto de Assis: Centro de Eventos e Espiritualidade, localizado na rua Arnaldo Cathoud, 173, bairro Braúnas, na região da Pampulha, em Belo Horizonte.

As inscrições podem ser feitas até 20 de maio, através do e-mail juventude.leste2@gmail.com ou pelo link, inscrições .

Veja mais no site do Regional Leste 2: http://www.cnbbleste2.org.br/

 

Postado neste portal por: Leidiane Trigueiro - Assessoria de Imprensa Diocesana

 


Mitra Diocesana de Patos de Minas:
Rua Tiradentes, 388, Centro - Patos de Minas - MG - CEP38.700-134 -
(34) 3821 3213/3821 3184 - contato@diocesedepatosdeminas.org.br

©2012 Diocese de Patos de Minas
WEBTOP



SETH