Notícias
Giro Cristão 06/09/2017

Madre Teresa será co-Padroeira da Arquidiocese de Calcutá

 

Calcutá (RV) - Madre Teresa de Calcutá será declarada Padroeira da Arquidiocese de Calcutá, ao lado de São Francisco Xavier. A informação foi confirmada à Agência Asianews pelo Arcebispo da cidade indiana, Dom Tomas D’Souza, no dia em que recorre a memória litúrgica da Santa que, como havia sublinhado o Papa Francisco durante a canonização em 4 de setembro de 2016, “em toda a sua existência foi generosa dispensadora da misericórdia divina, tornando-se disponível a todos por meio da acolhida e da defesa da vida humana, aquela não-nascida e aquela abandonada e descartada”.
Dom D’Souza referiu que na quarta-feira Madre Teresa será declarada na Catedral de Calcutá “a segunda padroeira da Arquidiocese, junto com São Francisco Xavier”. Na Missa a ser celebrada na quarta-feira às 17h30min (hora local), o Núncio Apostólico lerá o decreto que proclama Madre Teresa co-Padroeira da Arquidiocese.
Já às 6 horas da manhã desta terça-feira, foi celebrada na Casa mãe da Congregação das Missionárias da Caridade a Missa em honra à sua fundadora. A celebração foi presidida pelo Núncio Apostólico na Índia e Nepal, Dom Giambattista Diquattro e contou com a participação de representantes de diversas Confissões religiosas: sikhs, hinduístas, protestantes, e naturalmente católicos. O Arcebispo informa que “cada líder religioso leu uma mensagem e fez uma oração”.
O evento foi incentivado pelo Ministro de West Bengal, Mamata Banerjee, que esteve presente em Roma na canonização da religiosa que, de Calcutá, levou ao mundo uma mensagem de benevolência divina a todo o mundo. (JE)


Veja mais no site da Rádio Vaticano: http://br.radiovaticana.va/

.................................................................................................................................

 

Dia 10/09: dia Coleta Nacional “Juntos com a CNBB pela Evangelização”

 


A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) vem desenvolvendo a campanha “Juntos com a CNBB pela Evangelização”, com o intuito de mobilizar as paróquias e dioceses do Brasil a realizarem uma Coleta Nacional, dia 10 de setembro, cujo o objetivo é levantar recursos para a reforma do seu prédio sede em Brasília (DF).  A campanha conta com material de divulgação (vídeos, banners, cartazes, etc) especialmente para as redes sociais.

A sede da matriz da CNBB está localizada, em Brasília, ao lado da Nunciatura Apostólica, no setor de embaixadas. Um prédio amplo de três pavimentos que abriga salas de trabalho da presidência, da secretaria geral que conta sub-secretaria geral adjunta e sub-secretaria de pastoral, com a assessorias específicas como política e imprensa e um salão de entrevistas coletivas.
A estrutura também conta com salas das comissões episcopais pastorais, biblioteca, salas para comportar toda a administração que compreende a gestão de 18 regionais espalhados por todos o Brasil incluindo setores de trabalho social. Também conta com uma ampla área de acolhimento para os bispos que se hospedam em Brasília durantes as reuniões regulares dos conselhos da Conferência. Tudo isso, além da estrutura de cozinha, lavanderia e de serviços gerais. A sede ainda tem a residência de uma comunidade de religiosas.
O prédio foi inaugurado em 15 de novembro de 1977 para acolher os bispos e trabalhadores que trabalhavam no Rio de Janeiro. No dia do início das atividades na nova sede, em Brasília, o então presidente da CNBB, cardeal Aloísio Lorscheider, segundo informações de reportagem da Canção Nova, fez a seguinte afirmação: “esta casa quer ser um sinal. E como tal, um ponto de chegada e um ponto de partida. (…) Para os que vierem, ela será sempre uma forte memória de um passado vivido em meio à crise de uma sentida transformação com um poderoso impulso motivador para um futuro ainda envolto no mistério das múltiplas interrogações”.
O cardeal ainda acrescentou: “a casa que hoje inauguramos no coração da nossa Pátria, num dia de festa nacional, deseja apresentar-se como a oficina sagrada em que o material informe trabalhos e problemas nacionais comuns, ideias e pontos de vista divergentes, atividades isoladas nem sempre harmoniosas receba em Cristo, na luz do Seu Espírito, a unidade de orientação, a força irresistível de evangelização, o dinamismo espiritual animador de todas as nossas Igrejas espalhadas pelo Brasil”.

 

A Reforma

 

Na última Assembleia Geral da CNBB, realizada entre 26 de abril e 5 de maio deste ano, os bispos receberam, em plenário, um amplo relatório sobre as condições gerais que se encontram o prédio. Foram apresentadas, inclusive, as urgências em relação a questões estruturais, além de informações sobre as intervenções feitas nos últimos anos. A conclusão a que chegou a presidência foi de que uma reforma ampla e substancial é necessária e urgente. Nessa reforma, também foi contemplada a melhoria de algumas instalações para atender as necessidades novas da administração.
O assunto já havia sido amplamente discutido no Conselho Permanente da Conferência que o encaminhou à Assembleia Geral. Um estudo detalhado das intervenções a serem realizadas no período de um ano e meio também foi levado ao conhecimento dos bispos de modo que, depois de suficiente debate foi aprovada a reforma juntamente com a decisão de que será feita uma Coleta Nacional para este fim.

A campanha de divulgação

Atendendo a uma solicitação dos bispos para que o sentido da coleta fosse amplamente conhecido, a CNBB preparou uma plataforma na internet com todo o material da campanha que pode ser baixado pelas dioceses, paróquias e todos os que puderem ajudar no seguinte link: http://edicoescnbb.rds.land/kit-coleta-nacional.
“Juntos com a CNBB pela evangelização” é o mote de preparação para a Coleta Nacional. O cardeal Sergio da Rocha, presidente da Conferência, explica, no vídeo, o que é a CNBB e a sua missão dentro da Igreja no Brasil: “A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil é um instrumento muito valioso de comunhão, de unidade da Igreja no Brasil e da ação evangelizadora e a CNBB está organizada em doze comissões pastorais que têm a finalidade, justamente, de animar a ação pastoral, a ação evangelizadora e promover a unidade pastoral nas dioceses e nos diversos setores da vida da Igreja no Brasil”.

Veja mais no site da CNBB: http://cnbb.net.br/

.................................................................................................................................

Encontro Regional de Liturgia: 25 a 28 de setembro

 


Acontece em Belo Horizonte (MG) nos dias 25 e 28 de setembro, mais uma edição do Encontro Anual de Liturgia do Regional Leste 2 (Minas Gerais e Espírito Santo) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil.
Com o tema “Liturgia e Iniciação a Vida Cristã tarefas para a Pastoral Litúrgica do Documento 107 ”, o encontro é destinado a coordenadores (as) e assessores das Comissões de Liturgia das (arqui)dioceses do Regional. A assessoria do tema ficará a cargo do padre Thiago Faccini, membro da equipe de assessoria nacional da Comissão Episcopal para a Liturgia. O Encontro será realizado na Casa de Retiros São José (Av. Itaú, 475 - Dom Bosco)e as inscrições podem ser feitas até o dia 15 de setembro pelo site www.cnbbleste2.org.br.


Veja mais no site do Regional Leste 2: http://www.cnbbleste2.org.br/


Postado neste portal por: Leidiane Trigueiro - Assessoria de Imprensa Diocesana

 


Mitra Diocesana de Patos de Minas:
Rua Tiradentes, 388, Centro - Patos de Minas - MG - CEP38.700-134 -
(34) 3821 3213/3821 3184 - contato@diocesedepatosdeminas.org.br

©2012 Diocese de Patos de Minas
WEBTOP



SETH