Notícias
Boletim Informativo Rádio Vaticano - 09/03/2015 10/03/2015

Papa e Santa Sé

·     

·    Papa: Deus não dá show, mas atua na humildade e no silêncio

·    Futuro da Europa marca encontro do Papa com rainha belga

·    Novo Camerlengo presta juramento

·    Papa: compreender a teologia é compreender Deus, que é Amor

·    O recado de Francisco aos jovens ingleses

·    Video: a mensagem do Papa para o Dia Internacional das Mulheres

·    Dom Tomasi: quem mais poluiu é mais responsável, que não sejam os pobres a pagar

·    Homilia do Papa sobre São José dará o tom da Via-Sacra

 

Igreja no Brasil

·    Invisibilidade da mulher preocupa CNBB

·    Livro sobre Irmã Dulce traz relatos inéditos

 

Igreja na América Latina

·    Bispos da Nicarágua: A fé, agindo pela caridade

 

Igreja no Mundo

·    Núncio na Síria: nenhum pagamento para libertação dos reféns

 

Formação

·    Dia da Mulher: o aprendizado da liderança

·    Qual pastor experiente, Francisco ensina ao mundo todo o seguimento de Jesus

 

Papa e Santa Sé

 

Papa: Deus não dá show, mas atua na humildade e no silêncio

 

◊Cidade do Vaticano (RV) – O Papa celebrou na manhã desta segunda-feira (09/03) a Missa na Casa Santa Marta. Comentando o Evangelho do dia, Francisco ressaltou o trecho em que Jesus repreende os habitantes de Nazaré pela falta de fé: no início, Ele é ouvido com admiração, mas depois explode “a ira e a indignação”: “Naquele momento, entre as pessoas que ouviam com prazer o que Jesus dizia, um, dois ou três não gostaram do que ele disse, e um falador se levantou e afirmou: ‘Mas o que esta pessoa está falando? Onde estudou para nos dizer essas coisas? Que nos mostre o diploma! Em qual Universidade estudou? Ele é o filho do carpinteiro e o conhecemos bem”. E começou a fúria, e também a violência. “E o expulsaram da cidade e o conduziram até o cume da colina”. E queriam jogá-lo lá de cima”. A primeira leitura fala de Naamã, comandante do exército sírio, leproso. O Profeta Eliseu lhe diz de banhar-se sete vezes no Jordão e também ele se indigna porque pensava num gesto maior. Depois ouve o conselho dos servos, faz o que disse o Profeta e a lepra desaparece. Seja os habitantes de Nazaré, seja os de Naamã observou o Papa “queriam um show”, mas “o estilo do bom Deus não é dar show: Deus atua na humildade, no silêncio, nas coisas pequenas”. Isso destacou se vê em “toda a história da salvação”, a partir da Criação, onde o Senhor não pegou “a varinha mágica”, mas criou o homem “com o barro”: “Quando ele quis libertar o seu povo, libertou-o pela fé e a confiança de um homem, Moisés. Quando ele quis fazer cair a poderosa cidade de Jericó, ele o fez através de uma prostituta. Também para a conversão dos samaritanos, pediu o trabalho de outra pecadora. Quando Ele enviou Davi para lutar contra Golias, parecia loucura: o pequeno Davi diante do gigante, que tinha uma espada, tinha muitas coisas, e Davi apenas uma funda e pedras. Quando disse aos Magos, que tinha nascido o Rei, o Grande Rei, o que eles encontram? Uma criança, uma manjedoura. As coisas simples, a humildade de Deus, este é o estilo divino, jamais um show”. O Papa recorda “também uma das três tentações de Jesus no deserto: o show”. Satanás o convida a lançar-se do pináculo do Templo porque vendo o milagre as pessoas possam acreditar n’Ele. “O Senhor ao invés disso se revela na simplicidade, na humildade”. “Nós fará bem nesta Quaresma conclui Francisco pensar em nossas vidas em como o Senhor nos ajudou, como o Senhor nos fez seguir em frente, e vamos descobrir que ele fez isso com coisas simples”: “Assim age o Senhor: faz as coisas de forma simples. Fala-nos silenciosamente ao coração. Recordamos na nossa vida as muitas vezes que ouvimos essas coisas: a humildade de Deus é o seu estilo; a simplicidade de Deus é o seu estilo. E também na liturgia, nos sacramentos, que bonito é que se manifeste a humildade de Deus e não o show mundano. Irá nos fazer bem percorrer a nossa vida e pensar nas muitas vezes em que o Senhor nos visitou com sua graça, e sempre com esse estilo humilde, o estilo que também Ele nos pede para ter: a humildade”.

 

Futuro da Europa marca encontro do Papa com rainha belga

 

◊Cidade do Vaticano (RV) - O Papa recebeu na manhã desta segunda-feira (09/03) os monarcas da Bélgica, o Rei Philippe e a Rainha Mathilde que, a seguir, encontraram ainda o Cardeal Secretário de Estado Pietro Parolin e o Secretário para a Relação com os Estados, Paul Richard Gallagher.Durante as cordiais conversações, foram destacadas as boas relações bilaterais entre a Bélgica e a Santa Sé. Foram debatidas ainda questões de interesse mútuo como, por exemplo, a coesão social, a educação dos jovens, o fenômeno das migrações e a importância do diálogo intercultural e inter-religioso. Por fim, também foram abordadas algumas problemáticas de caráter internacional, com atenção especiais às perspectivas futuras da Europa. (RB)

 

Novo Camerlengo presta juramento

 

◊Cidade do Vaticano (RV) - O presidente do Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso, Cardeal Jean-Louis Tauran, jurou como Camerlengo na manhã desta segunda-feira (09/03), no Vaticano. O purpurado foi nomeado em 20 de dezembro passado. O Papa presidiu a breve liturgia prevista para a ocasião sem, contudo, se pronunciar. O camerlengo é o cardeal que preside a Câmara Apostólica e desempenha a função de cuidar e administrar os bens e os direitos temporais da Santa Sé. No período de Sé Vacante, ele está entre aqueles que não perdem suas funções e continuam desempenhando as tarefas ordinárias, submetendo ao Colégio Cardinalício o que deveria ser referido ao Sumo Pontífice.

O novo Camerlengo dirigiu ao Papa Francisco algumas palavras

Santo Padre:

Diante do senhor encontra-se a Câmara Apostólica, Prelados cuja única ambição é servir a Igreja. Todos nós estamos dispostos a dar o melhor de nós mesmos, para que em todas as circunstâncias os direitos da Santa Sé sejam protegidos. Estamos conscientes dos deveres que nos incumbem hoje e amanhã. Rezamos para que as nossas negligências nunca escondam a imagem e o testemunho desta Sé Apostólica, desta Igreja de Roma, que preside na caridade. O Cardeal Tauran agradeceu ainda ao Santo Padrer que desejou nomeá-lo Camerlengo da Santa Romana Igreja. Ulterior manifestação de confiança por parte de Sua Santidade. Assegurou ainda, Santo Padre, que, segundo quanto desejado pelo Papa, “estaremos sempre atentos a respeitar o direito, a agir com moderação e a colaborar com todos os Membros da Cúria Romana. Nós sabemos e cremos que Ubi Petrus ibi Ecclesia. Abençoe-nos, Santo Padre, finalizou o Cardeal Tauran.

 

 

Veja mais no endereço abaixo:

 

http://br.radiovaticana.va/ 

Postado neste portal por: Leidiane Gondim –Assessoria de Imprensa Diocesana

 


Mitra Diocesana de Patos de Minas:
Rua Tiradentes, 388, Centro - Patos de Minas - MG - CEP38.700-134 -
(34) 3821 3213/3821 3184 - contato@diocesedepatosdeminas.org.br

©2012 Diocese de Patos de Minas
WEBTOP



SETH